interna-laranja.jpg

Respiração

A respiração é o processo de inalar oxigênio (O2) e exalar gás carbônico (CO2), que acontece nos pulmões. O oxigênio é capturado nos alvéolos pela hemoglobina no sangue e é transportado para as estruturas do corpo. O sangue também transporta de volta para os pulmões, o gás carbônico produzido nas células.

A respiração é um sistema bastante complexo, que envolve várias estruturas do corpo para funcionar bem. O diafragma e os músculos do tórax responsáveis pela respiração (mais que 10 músculos) contraem quando o processo começa, inflando os pulmões. Este processo faz com que a pressão caia abaixo do índice normal da atmosfera e, assim, o ar entra espontaneamente nos pulmões. O contrário acontece na expiração. O diafragma e os músculos responsáveis pela respiração relaxam e, pela elasticidade dos pulmões, o ar sai.

O Método Lotorp ou Massagem Torácica ajuda pessoas com problemas respiratórios. Ele foi inventado pelo massagista sueco Janne Karlsson em 2003. Este método foi colocado em testes científicos no Hospital Sahlgrenska, em Gotenburgo (um dos hospitais mais renomados na Suécia), pelo médico Olle Löwhagen. Os resultados foram muito satisfatórios e o método é hoje usado como tratamento alternativo para pessoas com problemas respiratórios. Muitos pacientes se sentem tão bem depois do tratamento, que não precisam mais usar remédios para alergias ou asma.

O que acontece então? O método Lotorp foi criado para aliviar a tensão muscular envolvida no processo de respiração e ensinar o paciente a respirar de forma correta. Respirar é como andar. Todo mundo tem o seu estilo de andar, alguns andam certo outros mancam ou andam inclinados para frente ou para trás. Qualquer desequilíbrio na locomoção pode levar a problemas. Uma pessoa que anda “torto” tem muita chance de ter dores na lombar ou no pescoço, ou ainda dor nos glúteos ou na perna. Pois bem, a respiração é a mesma coisa. Só que a gente não pensa nisto. Ninguém pensa que respira errado. Mas, de fato, a maioria tem desequilíbrio na respiração. Um desequilíbrio deste pode levar a muitos problemas, como alergias, asma ou angústia.

Vamos explicar. Imagine uma garota de 12 anos que anda de bicicleta e cai. Na queda, ela quebra uma costela. Imediatamente é levada ao hospital, onde recebe tratamento. Mas quando volta para casa, enquanto que a costela se calcifica de novo, a respiração e certos movimentos ainda doem. Provavelmente, a garota vai começar a respirar parcialmente, não vai encher totalmente os pulmões de ar, porque dói. Depois de um ou dois meses, a costela se calcificou e não dói mais. A garota pode fazer esporte de novo e andar de bicicleta. Mas é muito provável que ela vá adotar um padrão errôneo de respiração. Durante meses aprendeu a respirar errado e agora se adaptou à nova respiração. Se ela continua a respirar assim, imagine depois de 20 anos. Com 32 anos, depois de 20 anos respirando errado, talvez ela não use todo o pulmão e todos os músculos einvolvidos no processo. Músculo que não é usado atrofia, e estruturas que são usadas de forma errada, se adaptam. Uma mulher de 32 anos que respirou parcialmente errado durante 20 anos pode criar alergias, asma ou outros problemas que têm a ver com a respiração. Por quê? Porque os pulmões ficam irritados e cansados de estar desequilibrados. Quando, então, uma pessoa como esta mulher entra em contato com algo que cause alergia como poeira ou cheiros fortes, ela pode ter uma reação.

O método Lotorp alivia a musculatura responsável pela respiração e o massagista vai instruir o paciente sobre como respirar, além de dar exercícios para fazer em casa. Normalmente, de uma a cinco sessões são suficientes para fazer a pessoa se sentir completamente diferente. Em muitos casos, a alergia, sentimentos de angústia (provenientes de falta de ar) e asma são aliviados até o ponto de curar totalmente.

Adicionar comentário




© Bergqvist Cursos de Massagem   |   Sitemap   |   Créditos   |   Massagem em Outras Cidades