tecidos

anatomiO corpo humano possui por volta de 200 células diferentes, cada uma com a sua característica e com o mesmo DNA. Uma célula é microscópica, mesmo que algumas (fibras de músculo esquelético e neurônios) possam ser bem compridas. A célula é a menor unidade capaz de algum processo que define a vida: reprodução, digestão, movimento, entre outros. Claro, cada célula é especializada em um processo.

Generalizando, a célula é feita por uma membrana que limita o seu tamanho e regula o fluxo de substâncias para dentro e fora da célula. O interior da célula é constituído por organelas que flutuam em um líquido gelatinoso chamado citoplasma. As organelas são como órgãos dentro da célula, cada uma com uma tarefa. Algumas organelas mais conhecidas são:

Mitocôndria: o local onde gorduras e açúcares são processados em energia (ATP).

Ribossomo: uma estrutura que monta proteínas.

Núcleo: o centro de controle da célula e a paragem do ácido desoxirribonucleico (DNA).

Estas células se agrupam para formar tecidos como músculos, ossos, cabelo, nervos entre vários outros. Entre as células de um tecido existe uma substância intercelular ou intersticial que as ajuda a realizar suas funções.

Normalmente, a medicina considera quatro tipos de tecidos primários. São eles:

1 – Tecido Epitelial: formado por células muito próximas e de grande resistência, tornando-o ideal para as funções de revestimento. O tecido epitelial é encontrado em grande quantidade na pele, no revestimento dos órgãos e glândulas.

2 – Tecido Conectivo/Conjuntivo: Possui grande quantidade de substância intersticial e está dividido em várias formas. Este tecido é encontrado em grande quantidade em ligamentos, tendões, cartilagem e ossos.

3 – Tecido Muscular: Tem como característica principal a capacidade de contração, encurtando o comprimento da célula. Existem três tipos: músculo liso, músculo estriado esquelético e músculo estriado cardíaco.

4 – Tecido Nervoso: especializado em produzir e conduzir impulsos elétricos. Este tecido forma o cérebro, a medula espinhal e os nervos periféricos. É responsável pelos reflexos, memórias, reflexões, a consciência e o aprendizado.

Esta entrada foi publicada em Anatomia, Fisiologia e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *