Virilha

Virilha

Problemas na Virilha

Três problemas comuns na virilha são:

• Inflamação no começo dos Mm. adutores no púbis.

• Inflamação na inserção do M. iliopsoas ao femur.

• Inflamação na inserção inferior do M. reto abdominal.

Note que a hérnia inguinal, que requer tratamento médico, pode ter sintomas parecidos aos citados acima.

Possíveis causas:

• Sobrecarga.

• Violência externa.

• Rigidez.

• Desquilíbio entre grupos musculares.

Medidas gerais:

• Repouso ativo.

• Massagem.

• Treinamento alternativo.

• Tratamento de calor.

• Alongamentos com ajuda da gravidade.

• Toda a parte tem que ser tratada, senão a dor começa a “andar”.

Publicado em Anatomia, Fisiologia | Com a tag | 2 comentários

Fisioterapia felina

Fisioterapia VeterináriaPaciente felina Lili, 14 anos, durante sessão de fisioterapia. Tratamento com magnetoterapia para dor, devido diminuição de espaço intervertebral em diferentes graus em porção torácica , lombar , sacral e coccigena da coluna vertebral, espondilose lateral na porção final da região lombar da coluna vertebral, osteoartrose nas facetas articulares dos processos dorsais em porção torácica e lombar da coluna vertebral e osteoartrose da articulação coxofemoral esquerda.

Dra. Thiana Tanaka, veterinária, thianatanaka@reabanimal.com.br

Publicado em Outras terapias | Com a tag | Deixar um comentário

Acupuntura canina

Acupuntura VeterináriaPaciente canina Lisa, 13 anos, durante sessão de acupuntura. Tratamento com eletroacupuntura para dor, devido diminuição de espaço intervertebral em diferentes graus em porção cervical, final de torácica e inicio de lombar da coluna vertebral e osteoartrose da articulação coxofemorais e de joelhos.

 

Dra. Thiana Tanaka, veterinária, thianatanaka@reabanimal.com.br

Publicado em Outras terapias | Com a tag | Deixar um comentário

Lesões na Inserção Tendíneo

JoelhoMúsculos se transformam em tendões onde se fixam ao esqueleto. Já com 25-30 anos, os tendões começam a ficar menos elásticos, o que pode ser compensado com treinamento e alongamento regular. Consequentemente, rupturas nos tendões acontecem normalmente com pessoas um pouco mais velhas que não treinaram e não fizeram o aquecimento adequado e, de repente, fazem alguma atividade esportiva, por exemplo futebol de várzea.

Um rompimento total é percebido como um “estalido” súbito, seguido por dor. O músculo perde sua função e a lesão normalmente é palpável.

Mesmo numa ruptura menor, a experiência é parecida. A capacidade do músculo é reduzida e às vezes a ruptura é palpável. Lesões nos tendões podem demorar a cicatrizar porque o circulação de sangue não é muito grande.

Publicado em Anatomia, Fisiologia | Com a tag , | Deixar um comentário

Massagem em cavalos

Massagem em cavalo, feita pela veterinária Kathe Colomba.

A massoterapia ou massagem clássica tornou-se mundialmente conhecida e difundida não por acaso. Sabe-se de seus efeitos e benefícios, tanto relaxantes como terapêuticos. Assim como com os humanos, o casamento entre a medicina esportiva e terapia complementar também pode dar certo para o atleta equino.

O cavalo possui grande massa muscular e é conhecido pela explosão e desempenho. Da corrida ao salto, do adestramento ao tambor, cada prova exige ao máximo de seu corpo, causando desgaste, cansaço e lesões à altura. A massoterapia atua como ferramenta essencial para a construção e manutenção da alta performance, prevenção de lesões e para o relaxamento físico e mental.

A técnica promove um melhor funcionamento muscular, através do aumento da circulação sanguínea, da oxigenação, retirada de substâncias rejeitadas pelas células. Além disso, alivia tensões e dores de coluna, particularmente presentes devido à utilização da sela e ao peso do cavaleiro.

O trabalho muscular feito com a massagem reduz a inflamação produzida pelo exercício, melhora o tônus muscular e sua resistência. Melhora a flexibilidade e elasticidade do corpo, facilitando a realização de movimentos complexos e exigentes como os engajamentos, mudanças de apoio e aumentando a amplitude de movimento no salto e corrida. Enfim, a massagem é facilitadora de várias qualidades físicas desejáveis a um animal vencedor, inclusive um estado mental leve e centrado, crucial para a interação entre cavalo e cavaleiro.

A vantagem da massoterapia vai além. Para o veterinário terapeuta, pode auxiliar no diagnóstico de lesões articulares, tão comuns no hipismo, assim como na detecção das causas da diminuição do desempenho.

A massoterapia é, portanto, um grande pilar para a preparação e treinamento do cavalo atleta e de toda sua equipe. Pergunte aos campeões!

Kathe Colomba, Veterinária, tel.: (11) 964144814, e-mail: kathecolomba@gmail.com

Massagem para melhorar o desempenho do cavalo.

Publicado em Outras terapias | Com a tag , | 3 comentários

Cãibra

Há várias causas possíveis para a cãibra. Provavelmente, é um mecanismo de defesa acessado como último recurso antes de acontecer algo pior. Travar as costas pode servir como exemplo, porque um músculo que se contrai impede rompimentos pouco antes de ser danificado de forma pior.

Em geral cãibras ocorrem em músculos cansados.

Cãibra pode ser um sinal que algo está errado com o músculo. A função muscular pode estar reduzida por causa de:

• Desidratação

• Deficiências minerais

• Maior concentração de sal como consequência da desidratação e suor

• Exaustão

• Restos hemorragias e rupturas

• Cicatrizações

• Resíduos nos músculos

Massagem normalmente não ajuda como tratamento para cãibra, mas tem efeito preventivo. Alongamentos e pressionar a região da cãibra costuma ajudar.

Publicado em Anatomia, Fisiologia | Com a tag | Deixar um comentário

Varizes e Drenagem Linfática

Drenagem Linfática é bom para evitar varizes.

Calcula-se que 20% da população tenham varizes, as causas que levam a isto são: idade, ser do sexo feminino, obesidade, temperatura elevadas, tabagismo, gravidez, sedentarismo e consumo de anticoncepcionais.

Varizes são veias que aumentam de volume e assumem forma tortuosa e irregular sob a pele. Ocorrem principalmente nos membros inferiores. Além disso, existem as micro varizes, que são popularmente conhecidas como “aranhas” e que são menos evidentes e pouco importantes para a saúde do indivíduo. Dentre dos principais fatores que levam a formação de varizes está o mau funcionamento das válvulas presentes nas veias. Isso permite que o sangue retorne no sentido contrário ao que deveria percorrer nos vasos e pode levar ao acúmulo.

Alguns mecanismos favorecem retorno do sangue dos membros inferiores ao coração, dentre eles os mais importantes são a bomba plantar que é o resultado do impacto sofrido pelos pés ao tocarem o chão e a bomba muscular da panturrilha que atua de forma semelhante a um coração toda vez que é contraída. Daí vem à importância de atividade física mesmo que moderada no combate à formação de varizes.

A massagem conhecida como a drenagem linfática também é um dos tratamentos para evitar varizes. Ele ajuda a circulação sanguínea retornar à coração e estimula a volta dos líquidos na corrente linfática. A drenagem linfática é muito mais eficaz como prevenção no sentido de evitar varizes do que para remover varizes já formadas.

Publicado em Tipos de massagem | Com a tag | Deixar um comentário

Ruptura muscular

Dependendo do caso é possível massagear uma ruptura muscular apos de 2 dias.

Distensão ou ruptura muscular é um acidente comum para atletas e ocorre muitas vezes em relação a um grande esticamento na força máxima, quando uma parte do músculo é esticada tanto que rompe.

Nos primeiros cuidados se coloca um torniquete que impede o inchaço, encurtando o tempo de reabilitação. A lesão se encontra normalmente na superfície do músculo. Os lugares lesionados mais comuns são no ventre muscular e na parte de transição músculo/tendão.

A lesão frequentemente afeta a unidade motora muscular com o maior liminar, sendo que esta parte trabalha ativamente apenas na carga máxima e, consequentemente, recebe menos treino do que outras unidades motoras. Isto é um dos motivos por ser menos resistente, o outro é que é formado em maior grau de fibras musculares brancas (rápidas), que são menos resistentes.

É comum começar a competir muito cedo após uma distensão ou ruptura muscular, porque treinando no 60-70% da sua capacidade não se sente o machucado e se aparenta totalmente recuperado. Porém, a parte machucada é encarregada apenas no esforço máximo. Portanto, é muito importante aumentar o esforço devagarmente quando retomar o treino.

É importante começar logo com atividades leves depois de uma lesão. Quando não se sente mais o machucado, deve repousar por mais uma semana pelo menos. Depois, a parte machucada pode ser testada ao máximo no treino e só a partir disso poderá eventualmente retomar a competição. É fácil entrar num círculo vicioso de novas rupturas com mais cicatrizes e deficiências. Se todo o músculo se rompeu, tem que ser costurado para funcionar novamente.

Ao diagnosticar a lesão, a primeira questão é como surgiu. Dor repentina no momento de grande esforço indica distensão/ruptura. Uma “abertura” pode às vezes ser palpável onde a ruptura ocorreu. Há dor e dificuldade de contração. Muitas vezes, um sangramento distal à lesão é visível alguns dias depois do acidente, o chamado hematoma de redução.

Algumas causas possíveis:

  • Lesão anterior
  • Treinamento inadequado
  • Dureza – rigidez
  • Alongamento inadequado
  • Cansaço
  • Esforço máximo

Tratamento

  • Repouso ativo por alguns dias
  • Massagem após 2-4 dias ou mais
  • Testes
  • Treino muscular que aumenta gradativamente

A massagem só é feita depois que não há mais sangramento interno para não aumentar o fluxo de sangue. A massagem desportiva ajuda a remover excessos de líquidos apos o acidente.

Publicado em Dicas de massagem | Com a tag , | 1 comentário

Massagem com cobras

No meio de tantas formas alternativas para se tratar e relaxar o corpo, existem algumas um tanto quanto exóticas.

Veja abaixo, um tratamento bem diferente. E acredite se quiser:

Massagem com cobras:

Em países como Moscou e Israel, existem spas que oferecem aos seus clientes uma massagem bem diferente. No lugar das mãos, são utilizadas cobras não venenosas para massagear todo o corpo, inclusive a face! Coragem, hein!

As pessoas que conseguem perder o medo e sentem o efeito da massagem, dizem que é muito relaxante e até mesmo terapêutica. Na terapia, seis cobras pequenas vão deslizando sobre as costas do cliente, para relaxamento.  As cobras maiores conseguem tratar dores musculares e aliviar problemas nas articulações. Bom, quem sabe?

Gostaria de provar?

Publicado em Tipos de massagem | Com a tag | 8 comentários

Terapias com gelo

Uma forma comum de tratar lesões é usar frio. Porém, não é muito eficaz e deve ser utilizado mais como alívio da dor, porque o frio não penetra o suficiente para parar um sangramento profundo. Pelo contrário, quando o frio for removido, os vasos sanguíneos expandirão, podendo intensificar o sangramento. É só lembrar como o rosto esquenta quando entra numa sala quente num dia bem frio de inverno.

Outro risco é que o alívio da dor engana a pessoa a acreditar que a lesão é menos grave do que realmente é, e que continua praticando esportes ou fazer uma outra atividade. Neste caso, há grandes riscos de piorar os danos.

Quando não há sangramentos internos o gelo pode ser muito eficaz para tratar dores em geral. Pode ser dores de articulações ou dores musculares, fatiga etc. Pode-se usar uma bolsa de gelo apropriado ou gelo dentro de um pano para aliviar a dor, mas nunca diretamente em contato com a pele.

O gelo também é eficaz de usar junto com uma atadura para parar um sangramento interno após uma lesão de esporte por exemplo. Aí uma atadura é aplicada com certa pressão para diminuir o inchaço e o gelo então pode ser colocado por fora da atadura principalmente com uma função analgésica.

A massagem de uma lesão só é feita apos 48 horas ou depois que tem certeza que não ha mais sangramento. Porque a massagem aumenta a circulação do sangue e vai proporcionar um sangramento ainda maior.

Publicado em Verdades e mentiras sobre massagem | Com a tag | 3 comentários