Nosso emocional pode afetar a coluna?

O emocional pode afetar a coluna.

A coluna vertebral é o suporte do corpo, o pilar da estrutura óssea e muscular, responsável pelos movimentos dos braços, pernas e órgãos.

Quando estamos com o emocional sofrendo alterações, são refletidas em nossa postura. Portanto, sim! Nosso emocional pode afetar nossa coluna!

Desvio da coluna significa que a pessoa tem medo de tomar decisões importantes porque teme perder ou magoar alguém. Costuma assumir tarefas dos outros e, com isso, suas costas ficam sobrecarregadas.

Tentar se apoiar em velhos pensamentos provoca desvio de vértebras e pensamentos travados, “travam” a coluna.

Tristeza e depressão faz a pessoa se fechar para o mundo, causando hipercifose, a famosa corcunda.

A maioria das pessoas não percebem as mudanças na postura de acordo com a mudança do emocional. Com o tempo, vão sentindo dores nas costas sem saber o porquê.

Pessoas felizes, com boa auto-estima, geralmente têm boa postura e difícilmente sentem dores nas costas. O corpo funciona bem e a saúde está sempre boa.

Em resumo: Cuide do seu emocional para também cuidar de sua coluna! Não só suas costas, mas também seus órgãos irão funcionar melhor!

Cuidando do emocional, também cuidará do seu físico evitando doenças e mal funcionamento do corpo.

Kátia Kioki, Terapeuta Holística e Massoterapeuta

kiokikatia@hotmail.com

Esta entrada foi publicada em Verdades e mentiras sobre massagem e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

13 respostas a Nosso emocional pode afetar a coluna?

  1. Pingback: Tweets that mention Nosso emocional pode afetar a coluna? | Blog de Massagem -- Topsy.com

  2. dolores disse:

    Boa tarde, tenho uma sobrinha com 21 anos e de um ano pra ca ela vem tendo travamento nas pernas , do joelho para baixo fica sem sensibilidade e sem movimento, nas primeiras crises com remedio de relaxamento muscular e em pouco tempo destravava, hj ja esta mais complicado , vem tomando injeção a base de corticoide pra destravar . Estamos muito aflitos e nas ressonancias não aparece nada .

  3. dolores disse:

    tenho uma sobrinha com 21 anos , e a um ano pra ca vem tendo crises que travam as pernas do joelho para baixo , ficam totalmente imoveis e atrofiadas, não sente nada e não mexe . No inico com massagem e um relaxante muscular voltava , hoje ja esta mais avançada e para destravar so com injeção , geralmente a base de corticoide. Por favor se souber de algum caso semelhante . Estamos meio desesperados , pois nas ressonancias não apareceu nada .

  4. Ross disse:

    Já estou com 48 anos e há alguns meses noto que no meu período pré menstrual minha coluna trava com maior ou menor intensidade. Neste mês ( julho de 2012) travei completamente com dores terríveis e mesmo tomando remédio, estou tendo dificuldade de me recuperar. Você já ouviu alguém fazer essa relação de travamento da coluna com o período menstrual?

  5. Hamilton do Amaral disse:

    Bom dia!!!
    Meu nome é Hamilton do Amaral
    Estou mal. Minha coluna tem travado com constância. É uma dor horrorosa. Tenho 44 anos e sou magro. Quando corro ao pronto socorro, a injeção de Voltarem resolve em dois dias. É um resultado paliativo. Como não tenho dinheiro pra convênio médico tenho sofrido esta angústia, pois o SUS é asSUStador e sem profundidade. Caso alguém saiba de um MILAGRE de atendimento GRATUITO, por favor, expresse-se por aqui.

  6. IVANI LIMA disse:

    pois é hj mesmo travou minha coluna fui para o pronto socorro do SUS FIQUEI 3 HORAS COM DOR ME DERAM UMA INJEÇÃO E OUTRA INJEÇÃO PARA DOR DE CABEÇA ACREDITEM AGORA SÃO 21HRS POIS EU ESTOU DO MESMO JEITO COM DOR DE CABEÇA E COM DOR NA COLUNA É LAMENTAVEL O SISTEMA UNICO DE SAUDE TEMOS QUE PEDIR MUITO PARA DEUS TER MISERICORDIA DA GENTE;

  7. Nilia disse:

    Olha esse site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *